segunda-feira, 6 de abril de 2009

[pus meu olhar no horizonte...]

pus meu olhar no horizonte
a ver se enfim chegavas ...
sol nasceu e sol se pôs
onda veio e maré foi
tanto vento, tanta areia
e nada...
uma gota que caía dos meus olhos
à água do mar se misturou
sal marinho, doce pranto
partiu o tempo
quebrou o encanto
e de tanto esperar
estático
meu amor enregelou...
'

Um comentário:

Compulsão Diária disse...

Doída espera. Melhor congelar.