domingo, 22 de fevereiro de 2009

amigos que escrevem: volmar camargo junior




O FIO DO TEMPO

O tempo nasceu quando
o tecido infinito de estrelas
começou uma vez a ser feito

(Nasceu só para tecê-lo)

Por muito querer conhecê-las
distraiu-se até perder o jeito
e o tecido acabou desmanchando

(O Universo virou um novelo).




Volmar Camargo Junior é gaúcho, reside na linda cidade de Canela (RS) e, além de poeta é ótimo prosista e contador de causos. Outras poesias podem ser lidas em: http://restodecafefrio.blogspot.com/

`
imagem: emaranhados, de antonio bokel
fonte da imagem:http://www.radar55.com/Obras/emaranhadosampliada-0001.jpg

Um comentário:

V. disse...

Muito bom! Muito muito muito bom, Marcia. A imagem não poderia ser mais representativa.

Fico lisonjeado, de verdade, em "inaugurar" a sua coluna.

Agora, fiquei na obrigação de retribuir.

(pero, do meu jeito... )

Kisses, guria!