quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

singular plural

eu me procuro
tu me encontras
ele se confunde
nós nos queremos
vós vos escondeis
eles nos aprisionam

eu te liberto
tu me resgatas
ele se contorce
nós nos abraçamos
vós vos entendeis
eles nos invejam

eu te amo
tu me amas
nós nos amamos
o verbo basta
o sujeito encontra
e de outros objetos
já não precisamos
'

3 comentários:

Luprac disse...

Muito bom. O poema e amar.
Tenho lido mais poemas seguindo seu blog.

Abraços

Emanuel Azevedo disse...

Uma autentica obra de arte, estes versos. Muitos parabéns pelo lindo blog.

Maria de Fátima disse...

a gente encontra e desencontra: é a vida
tome que eu reescrevi de um caderninho de 2008
http://tristeabsurda.blogspot.com/2009/02/desespero.html